Páginas

domingo, 7 de agosto de 2011

Pra Deus não importa o seu título.




Estamos tão acostumados em chegar à Igreja, sentar no banco e ouvir o que o homem de Deus tem pra passar, que muitas vezes pensamos que ele é a única pessoa capaz de ser usada pelo Espírito Santo para nos falar, mas infelizmente erramos ao pensar dessa maneira, nós obreiros, até mesmo pastores nunca olhamos para  os nossos companheiros e vemos alí condição de Deus falar conosco, muitas vezes pelo fato da pessoa estar no mesmo "nível" que a gente - que na verdade para Deus não importa quem somos ou deixamos de ser, pra Ele não faz a mínima diferença se temos um uniforme ou não, se temos um título ou não, Ele nos olha da mesma forma que nos olhou quando derramou o Seu espírito, sem título, sem uniforme, nem "nada" - e acabamos deixando os conselhos dos nossos companheiros de lado, eu me recordo de um obreiro amigo meu, que antes de ir para o altar, aconteceu um caso com ele e eu fui tentar conversar com ele, mas infelizmente ele não quis me ouvir, simplesmente disse para eu ficar quieto que eu não sabia o que eu estava falando, aquilo me deixou chateado, pois como é que antes de sermos obreiros, eu já dava algumas orientações, ele me ouvia mesmo antes de eu ter um título e agora que os dois são obreiros ele não quer saber? 
Nós temos que cuidar nesse lado, quando penso que sei alguma coisa Deus sempre cria uma situação para me fazer ver que na verdade não sei de nada, um exemplo bem claro é quando eu era obreiro, fiquei um ano e uma semana como obreiro antes de estar como pastor atualmente, eu até dou risadas ao lembrar, acho que pelo fato de pensar que eu queria servir a Deus no altar, estar sempre ali na guerra, era líder do Força Jovem na minha cidade, fazia reuniões com os jovens (e eu pensava que estava com tudo, que fazia alguma coisa mais que os outros rsrsrs) então eu achava que sabia alguma coisa, quando entrei na obra, foi na primeira semana, aliás foi no primeiro dia, foi como um choque pra mim admitir "Eu não sei nem 10% do que é realmente a obra de Deus" aquilo me quebrou e me fez enxergar o quanto eu teria que aprender, nem trabalhar numa reunião de uma catedral eu sabia direito, e olha que a sede que eu frequentava como obreiro tinha 97 obreiros e capacidade para mais de mil pessoas! Eu olhava os outros auxiliares que ali estavam e via que eu não sabia nada, mas sabe o que é nada? nada mesmo!
Porque para o Espírito Santo não importa o que você é ou o que deixou de ser, quando Ele te batizou você não era nada, não tinha nada, nem uniforme de obreiro você tinha, tinha apenas a sede insaciável de conhecê-lo, por isso eu digo que a pessoa não deve se prender em um uniforme, pois quando ela recebeu o Espírito Santo ela não era nada, e para Deus você tece tudo que Ele queria ver para derramar o Espírito Santo, e agora porque tem um título acha que sabe de alguma coisa! Infelizes são essas pessoas, eu posso garantir.
Nós que estamos sempre envolvidos com jovens no trabalho da Igreja vemos o quanto eles se espelham em nós, querem ser como a gente, querem ter o Espírito que a gente tem, por isso uma atitude pode ganhar ou perder a alma desse jovem, e não pense você que quando você conversa com um jovem é você que está ensinando, na verdade está aprendendo com ele, quantas não foram as vezes em que eu me deparei com uma pergunta de um jovem que eu nunca tinha passado por aquela situação, e acabei aconselhando na fé? Como eu poderia garantir para àquele jovem que daria certo? eu CRI, e foi pela fé e quando percebi, esse jovem acabou me ensinando como deve agir uma pessoa que é nascida de Deus diante de uma situação complicada.
Porque quando damos para os outros, na verdade quem recebe somos nós! Incrível não acha? Por isso eu amo essa obra de Deus, e oro para nunca essa chama se apagar, aliás, que esse perfume venha se apagar, temos que espalhar, lembra daquela música? "Perfume Universal"? pois é bem assim mesmo


"Vós não me escolhestes a mim mas eu vos escolhi a vós, e vos designei, para que vades e deis frutos, e o vosso fruto permaneça, a fim de que tudo quanto pedirdes ao Pai em meu nome, ele vo-lo conceda." - João 15:16


Na fé...
Pr. Gustavo

Um comentário:

Monica Alves disse...

É verdade Pastor , gostei muito da mensagem .

Deus nao ve como nós vemos, Ele quando olha pra nós , nao ve titulo , nao ve se somos obreiros ou pastores.

ter o Espirito Santo é o suficiente para ajudar e guiar outra pessoa nos caminhos de Deus.Se é membro ou pastor nao importa, o que importa mesmo é a comunhao que essa pessoa tem com Deus =)